Crioterapia com

Nitrogênio Líquido

O uso da água fria e aplicação de gelo para tratar diversas doenças e machucados ainda hoje são utilizados.

Dá-se o nome de Criocirugia ao processo que utiliza o nitrogênio líquido para alcançar uma resposta tecidual inflamatória e/ou destrutiva.

O nitrogênio líquido é o criógeno de maior concentração no ar que respiramos, não é tóxico nem inflamável. Sua temperatura em forma líquida é de -185,8 graus.

Pode ser utilizado tanto em congelamentos superficiais como profundos.

Para a utilização da criocirugia é necessário um aparelho portátil, o criocautério.

O nitrogênio líquido possui eficácia comprovada no tratamento de lesões cutâneas benignas e malignas.

Tratamento de lesões benignas:

  • verrugas vulgares

  • molusco contagiosa

  • calos plantares

  • queratoses seborréicas

   

  • melanoses solares

  • hipomelanoses gutatas ("sardas brancas")

  • quelóides/cicatrizes hipertróficas

  • dermatofibromas

Tratamento de lesões malignas/pré malignas​:

  • queratoses actínicas

  • queilites actínicas

  • carcinomas basocelulares

  • alguns carcinomas espinocelulares

Algumas reações são esperadas e consideradas normais após o procedimento: vermelhidão e inchaço no local e na região próxima, formação de pequenas ou maiores bolhas, eliminação de um líquido claro, formação de crostas e até feridas maiores.

O tempo de cicatrização varia de 2 a 5 semanas, podendo ser mais prolongado na presença de fatores como idade, localização (como nas pernas) e na presença de comorbidades (como diabetes).

crioterapia-1.jpg
download.jpeg